8 de agosto de 2012

Denúncia: Samsung explora mão de obra infantil


Em guerra nos tribunais ao redor do mundo contra Apple, a Samsung acaba de se deparar com mais um problema. A gigante coreana está sendo acusada de explorar mão de obra infantil em uma de suas fábricas na China.


Apesar de conquistar a liderança na venda de smartphones e celulares, vendendo o dobro da sua principal rival,  Apple. Nem tudo são flores para a empresa coreana, o China Labor Watch acaba de revelar que  crianças com menos de 16 anos são empregadas da HEG Electronics, na cidade de Huizhou, que produz DVDs e celulares para a marca coreana. Elas estão nas mesmas condições dos demais trabalhadores, mas recebem salário 30% inferior.

Cada funcionário faz jornada de oito horas diárias, mas eles são obrigados a prestar entre três e cinco horas extras todos os dias. No turno da noite são 11 horas com apenas uma pausa de 40 minutos.

Para chegar às constatações, um membro do China Labor Watch conseguiu emprego na HEG, assim pode conversar com as crianças sem levantar suspeitas. "Trabalho infantil é prática comum na fábrica", afirma o relatório.

Será que a Apple vai processar a Samsung pela quebra dessa patente?

Fonte: Bloomberg