28 de novembro de 2011

PERIGO! iPhone 4 de brasileira pega fogo e na Austrália se autodestrói dentro do avião



A coisa não anda nada bem para quem comprou  aparelho da empresa com logo da fruta mordida, muitos relatos já apareceram na mídia sobre defeitos, explosões. O mais famoso caso foi o problema da antena, mas mesmo sendo um aparelho de baixa qualidade principalmente em comparação com as empresas que adotaram o Android OS da Google, o celular da frutinha foi indiscutivelmente um sucesso de vendas, devido principalmente aos fan boys que tratam a empresa como uma religião.
Esses defeitos aparecem principalmente pela empresa usar componentes de baixa qualidade e problemas no software.
Após diversos casos parecidos no Estados Unidos, nesta semana foi a vez do iPhone 4 de uma brasileira pegar fogo enquanto era recarregado, na tomada ao lado da cama, afirma a estudante Ayla Tiemi, de 18 anos.  “Acordei com faíscas e fumaça saindo do telefone. Precisei desligar o disjuntor do quarto para tirá-lo da tomada e até ligar um ventilador para retirar o forte cheiro de queimado que ficou”, conta Ayla, que estava dormindo quando o aparelho incendiou-se.
Ayla diz ter comprado o smartphone na França em janeiro deste ano. Isso invalida a garantia no Brasil, de acordo com a Apple





Um outro caso aconteceu na Austrália na sexta-feira da semana passada de um avião da australiana Regional Express. Segundo o relato da empresa, o iPhone 4 (modelo A1332, segundo a foto) de um passageiro no voo número ZL319 começou a emitir um brilho vermelho e uma fumaça densa logo após o pouso na cidade de Sidney. Ao perceber a situação, um dos membros da tripulação “extinguiu o aparelho com sucesso” e ninguém saiu ferido.

Será que a autocombustão é um dos novos recursos do iPhone?